POESIA DE

ILONA BASTOS

Poemas - Biografia - Hai-kai - Contacto - Poemas - Biografia - Hai-kai - Contacto

POEMAS

.

NEVOEIRO

Ilona Bastos

CONHEÇA A ARTISTA JENNIFER YOUNG

In the Morning Fog, Jennifer Young

Lembrando uma paisagem escandinava

Desenham-se, além dos vidros da janela,

Os traços suaves dos ramos de pinheiro,

Esbatidas manchas de quadro em aguarela,

Por entre o esbranquiçado frio do nevoeiro.

 

Também, mais próxima, desmaiada, a relva

Se distancia, neutra, na densa neblina,

E o fundo baço, que esconde o arvoredo,

Envolve o céu e a vida, em leve musselina.

 

Só um vulto, esbelto, vem descendo, ledo,

A longa escadaria, que o nevoeiro adoça,

E uma gaivota livre, de asas prateadas,

Planando baixo, os seus cabelos roça.

 

Agora, vejo as nuvens, rasas e molhadas,

Correrem, junto à erva, em desfilada,

Afugentando o véu, os seres, a quieta paz

Desta atmosfera idílica, encantada.

 

Soprando velozmente, vem o vento e faz,

Agreste, forte, intenso, espantar a magia

Do nevoeiro imenso, prenhe de mistério,

Que a manhã cobriu, neste invernoso dia.

 

Então, no céu, o azul retoma o seu império,

O sol inunda a relva, a rua, todo o parque,

Regressam vozes, passos, gente radiosa,

Da vida, a cor, o brilho, a infinita arte...

 

E, na transparência pura, gloriosa,

Desta pintura bela, perfeita em limpidez,

Na Natureza rica, na vívida Criação,

Esboça-se, com espantosa nitidez -

A imagem de Deus - sublime Revelação!a

 

 

Lisboa - Novembro de 2007

.

Próximo Poema

.

Sugestão de visita: Coleção Folha de Música Clássica

 

Home.... I ....Dados Biográficos.... l ....Poemas... l ....Hai-kai.... l ....Contacto.... l .... Topo

© 2004 - Ilona Bastos - Todos os direitos reservados

Pintura de Henri Lebasque

Som de fundo: Rimsky Korsakov, Sheherazade

Mais recente actualização: 9 de Novembro de 2007