POESIA DE

ILONA BASTOS

Poemas - Biografia - Hai-kai - Contacto - Poemas - Biografia - Hai-kai - Contacto

POEMAS

.

COMO O BATER DE ASAS DE UMA BORBOLETA

Ilona Bastos

CONHEÇA A ARTISTA JOSEPHINE WALL

JOSEPHINE WALL

Butterfly Tree

 

Procuramos sempre a paz e a harmonia

Onde os nossos gestos possam mover-se

Como o bater de asas de uma borboleta

Por entre os canteiros de um jardim florido.

 

Neste espaço-tempo que buscamos

O silêncio e a luz são profícuos.

Naquele, pontilham sons mágicos

Que avivam o raciocínio e os sentidos.

Nesta, geram-se linhas e formas,

Corpos que o movimento inebria.

 

No todo – espaço, tempo, silêncio

E luz – sempre nos encontraremos

Para renascer na sombra dos dias.

 

Eis como somos! Talvez flores do deserto

Árvores da planície, aves solitárias.

Em todo o caso, livres, sonhadores,

Poetas, construtores de novos mundos!

 

 

Lisboa, 29 de Março de 2007

 

.Próximo Poema

.

Sugestão de visita: Pop Box

 

Home.... I ....Dados Biográficos.... l ....Poemas... l ....Hai-kai.... l ....Contacto.... l .... Topo

© 2004 - Ilona Bastos - Todos os direitos reservados

Pintura de Henri Lebasque

Som de fundo: Chopin, Opus 25

Mais recente actualização: 8 de Abril de 2007