POESIA DE

ILONA BASTOS

Poemas - Biografia - Hai-kai - Contacto - Poemas - Biografia - Hai-kai - Contacto

POEMAS

 

CAMINHOS

Ilona Bastos

 
 

 

Sandra Farias, "Caminhos", Gravura Digital Ano 2002
http://www.vanet.com.br/nucleogravurars/sandra_farias_im.htm

 
 

.

Quando nos afastamos dos caminhos

já trilhados, corremos o risco sério

de nos perdermos, ou acharmos.

.

.
Só, em silêncio, me aparto, testo

os meus passos, sigo em segredo,

por ignotas veredas, em busca do ser.

.

.
Se me acho, dos outros me perco,

se os encontro, tão só me sinto,

deambulando, perdida, neste labirinto.

..


E do ser supremo, criador do mundo,

do infinito chega, em ténue sinal, um aceno

que ansiosa aceito, mas não decifro.

..


Regresso, cabisbaixa, ao meu viver,

sedento de afecto o coração, e a alma

vazia das respostas desejadas,

..

.
Ávida da descoberta do que além existe

e é causa das coisas, lei do universo,

senhor da vida, último reduto.

..


Porém, não desisto, insisto na aventura

de palmilhar os caminhos não trilhados,

curiosa, atenta, temerária, só.

..


Por ignotas veredas me afasto, sem rasto,

sigo em segredo, procuro o ser,

arriscando me encontrar, ou me perder.

.

.

Lisboa, 6 de Abril de 2006

 

.Li

.

 

Home.... I ....Dados Biográficos.... l ....Poemas... l ....Hai-kai.... l ....Contacto.... l .... Topo

© 2004 - Ilona Bastos - Todos os direitos reservados

Pintura de Henri Lebasque

Som de fundo: Chopin, 12 Estudes, Opus 25, nº 1

Mais recente actualização: 15 de Abril de 2006