POESIA DE

ILONA BASTOS

Poemas - Biografia - Hai-kai - Contacto - Poemas - Biografia - Hai-kai - Contacto

POEMAS

 

NÃO ME ESQUEÇAS

Ilona Bastos

 
 

Marc Chagall, “So I came forth of the Sea and sat down on the edge of
an island in the moonshine. . .,” 1948, color lithograph, 43 1/2 x 33 cm.

 
 

.

Por favor, não me esqueças,

Só porque o mundo gira e rola,

As aves evadem-se para Norte

E as flores recolhem-se, no silêncio..

Por favor, não me esqueças,

Nem quando a lua se esconde, no céu,

E as nuvens viajam, clareadas,

Na noite que desce sobre nós.

.Por favor, não me esqueças,

Até que eu chegue ao sol poente

E me volte para ti, acenando,

Suba o arco-iris, cantando,

E desapareça na névoa e no mar..

Só, então, sim, tu podes, tu deves

Esquecer-me. Não serei mais

Que uma onda de espuma

Banhando a areia.

.

.

Lisboa, 18 de Junho de 1979

 

Home.... I ....Dados Biográficos... l ....Poemas... l ....Hai-kai.... l ....Contacto.... l .... Topo

© 2004 - Ilona Bastos - Todos os direitos reservados

Pintura de Henri Lebasque

Som de fundo: Chopin, 12 Estudes, Opus 25, nº 1

Mais recente actualização: 6 de Março de 2006