POESIA DE

ILONA BASTOS

Poemas - Biografia - Hai-kai - Contacto - Poemas - Biografia - Hai-kai - Contacto

POEMAS

 
NA TUA DOR

Ilona Bastos

Fotografia de © Piers Lawson Brown....

 
 

É na tua dor, na tua fúria,

Que melhor te conheço e amo.



É na tua revolta, na tua frustração,

Que mais perto te encontro e sinto.



É na tua angústia, nas tuas lágrimas,

Que maior nitidez ganha a visão



Desse caminho longo e duro

Que te espera, e tens de percorrer,

Até que o porto seguro te receba,

Nesse futuro que pensas longínquo,

Mas tão próximo está do amanhã.



Como ajudar-te?

Como suavizar-te a caminhada?

Como garantir-te a felicidade

E as qualidades mil que te pedem,

Enquanto Homem, para viver?



Enxugo-te o pranto, que é meu também,

E com carinho amparo-te

Na rebeldia jovem que te move,

Nessa crença de que só a Justiça vale

E de que a Verdade segue uma única via.



Como ajudar-te?

Como suavizar-te a caminhada?

Como auxiliar-te a carregar o fardo,

E encarar a vida, que não é sonho -

Mais feita de espinhos que de rosas?



À tua fúria, o meu carinho,

À tua revolta, a minha calma,

À tua frustração, a minha esperança,

À tua angústia, o meu sorriso,

Às tuas lágrimas, a nossa fé,

À tua dor, o meu enorme, imenso, amor…

.

Lisboa, 3 de Outubro de 2005

.

 

Home.... I ....Dados Biográficos.... l ....Poemas.. l ....Hai-kai.... l ....Contacto.... l .... Topo

© 2004 - Ilona Bastos - Todos os direitos reservados

Pintura de Henri Lebasque

Som de fundo: Chopin, 12 Estudes, Opus 25, nº 1

Mais recente actualização: 4 de Outubro de 2005