POESIA DE

ILONA BASTOS

Poemas - Biografia - Hai-kai - Contacto - Poemas - Biografia - Hai-kai - Contacto

POEMAS


ENCANTO E DESENCANTO

Ilona Bastos

Fotografia de Andreia Filipa



Todos passaremos pelo encanto

e pelo desencanto.

Perguntaremos pelo esplendor

que já partiu.

Veremos a luz e as trevas.

Cantaremos, saudosos, o passado,

desalentados do presente.

Imaginaremos que só o tempo ido é belo

e o aqui e agora puramente tristeza.

Esqueceremos, cegos, que este presente

será o passado feliz.

.

Mas eu não quero perder o presente.

Por isso observo, procuro, encontro

a cor na escuridão,

a flor no charco,

a estrela no céu nublado.

Seja o que for, eu encontro,

para não poder clamar,

entristecida, demente,

que o passado era mais azul

ou mais róseo, ou mais brilhava

o ouro então do que agora

que vos falo, feliz.

.

 Lisboa, 10 de Novembro de 2004

.

Home.... I ....Dados Biográficos.... l ....Poemas... l ....Hai-kai.... l ....Contacto.... l .... Topo

© 2004 - Ilona Bastos - Todos os direitos reservados

Pintura de Henri Lebasque

Som de fundo: In Slumberland - Scenes from Childhood, Opus 15, Robert Schuman

Mais recente actualização: 29 de Janeiro de 2005