POESIA DE

ILONA BASTOS

Poemas - Biografia - Hai-kai - Contacto - Poemas - Biografia - Hai-kai - Contacto

POEMAS

SÃO AS INCÓGNITAS...

Ilona Bastos

.

São as incógnitas

que verdadeiramente alimentam a nossa existência,

pela capacidade de nos fazerem sonhar.

Estivessem desvendados todos os mistérios do mundo

e de nós próprios, e perderia o viver o seu encanto.

.

Tanto busco a tranquilidade e o previsível!

Mas, no fundo, anseio pela nuvem que mancha o azul do céu,

pelo vento que despenteia a árvore,

pela ave que, voando, se atravessa na janela,

pelo foguete que rebenta, barulhento.

.

Até porque imponho a calma onde está a confusão.

E, onde existe calma, crio o barulho.

Estou sempre inquieta, ansiosa pela mudança.

.

.

 Lisboa, 27 de Setembro de 2004

Home.... I ....Dados Biográficos.... l ....Poemas.... l ....Hai-kai.... l ....Contacto.... l .... Topo

© 2004 - Ilona Bastos - Todos os direitos reservados

Pintura de Henri Lebasque

Mais recente actualização: 29 de Outubro de 2004